Como precificar um produto ou serviço

Dúvidas em relação à correta precificação de produtos e/ou serviços são mais comuns do que você imagina. Isso porque a precificação está diretamente ligada à atratividade, competitividade e lucratividade de uma empresa, assim, um preço estabelecido de forma incorreta pode ser o responsável por colocar a empresa em risco. Diante disso, como podemos estabelecer os melhores preços para o mercado e atingir a margem de lucro desejada? Como podemos precificar um produto ou serviço?

O custeio, quando realizado corretamente, pode ser o ponto chave para alcançar a satisfação do consumidor, reagir às estratégias da concorrência, ajustar o público-alvo e, consequentemente, gerar melhores resultados para a empresa. Partindo dessa ideia, é necessário que a empresa tenha um bom planejamento financeiro e estratégico, e, para auxiliá-los a definir o melhor preço para o seu negócio trouxemos 5 passos importantes a serem seguidos:

1. Tenha completo conhecimento dos seus custos e despesas

O primeiro passo para iniciar a precificação é ter o completo domínio a respeito dos gastos da empresa que estão ligados à produção de determinado produto ou serviço, seja de forma direta (custos), como matéria-prima e fornecedores; ou indireta (despesas), como folha salarial e consumo de água/energia.

Uma dica para evitar problemas de controle de gastos é calcular o custo unitário, contabilizando os custos e despesas que estão envolvidos na produção de cada unidade de produto fabricado ou serviço fornecido.

2. Defina o Markup da empresa

Como precificar um produto ou serviço

O Markup é um índice utilizado durante a formação do preço de venda e, uma vez definido, é aplicado sobre o custo das mercadorias e determina o preço de venda ideal. É esse índice o responsável por garantir que o preço final seja o melhor possível, viabilizando o pagamento de todos os custos e despesas gerados, além de fornecer resultados mais satisfatórios para a empresa.

Para definir, simplificadamente, o Markup de uma organização é preciso ter as Despesas Fixas e Variáveis e a Margem de Lucro determinadas e, a partir disso, chegamos na seguinte fórmula:

Markup = 100/100 – (DF + DV + ML)

Com base nesse indicador, o qual será um número inteiro, conseguimos definir o preço através da fórmula:

Preço de Venda = Custo de Produção X Markup

É válido ressaltar que não existe um índice ideal de Markup, pois ele é uma variável que depende de cada tipo de serviço e estratégia definida pela empresa.

3. Conheça sua Margem de Lucro

Como precificar um produto ou serviço

A margem de lucro diz respeito à representação percentual de lucro da empresa em relação a venda de determinado serviço ou mercadoria. O lucro é descrito como a diferença entre o faturamento gerado pelas vendas da empresa e os gastos (custo e despesa) existentes.

Assim, é imprescindível que dentro da estratégia de precificação esteja definido o quanto você deseja lucrar com a venda de determinado produto ou serviço, e ao defini-la é importante respeitá-la. Vale relembrar que não existe uma margem de lucro ideal, o que torna necessário o desenvolvimento de estratégias para definir qual será a que melhor se aplica a sua empresa, buscando sempre o equilíbrio.

Para encontrar a Margem de Lucro realizamos o seguinte cálculo:

Margem de Lucro = (Preço – Custo) / Preço

4. Estude o Mercado

Como precificar um produto ou serviço

Para traçar estratégias de precificação de sucesso é preciso ter um pleno conhecimento do mercado, buscando entender como a concorrência vende, por quanto, quanto e para quem. É muito importante que seu preço de venda esteja em consonância com as exigências do consumidor, evitando se distanciar da concorrência para não gerar “guerra de preços”.

5. Busque o Equilíbrio

Como tópico final vale reforçar o quão necessário e importante é buscar o ponto de equilíbrio durante o plano estratégico de precificação. Isso porque o custeio de um produto necessita ser feito visando, simultaneamente, a máxima satisfação do cliente e Lucratividade da empresa.

Dessa forma, a precificação precisa ser estudada e definida com muita cautela, visto que é necessário definir estratégias para que o valor do produto não seja tão alto ao ponto de desestimular a compra por parte de potenciais clientes e, ao mesmo tempo, ser alto o suficiente para maximizar os resultados da empresa, encontrando, assim, o equilíbrio.

Gostou da matéria? Identificou algum problema em seu negócio e não sabe como solucioná-lo? A Júnior FEA pode ter algo para te ajudar. Entre em contato com um de nossos consultores.

Como precificar um produto ou serviço

Autora

Manoela Lindenberg
Consultora de Projetos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *