3 formas de facilitar a implementação do planejamento de um negócio

Atualizado: 4 de Out de 2018


Fazer o planejamento de uma empresa é uma tarefa complexa que deixa muitos gestores e donos com dificuldades. Depois que se consegue terminar essa atividade, ainda por cima, é necessário implementar o planejamento, outra tarefa ingrata que costuma dar mais errado do que parecia ser possível. Que tal, então, aprender 3 elementos que deixam a prática do que foi planejado muito mais fácil?





O planejamento de um negócio é uma atividade estratégica. Isso significa que ela lida com ele em nível organizacional, em sua totalidade, envolvendo todas as suas partes. A palavra “estratégia” em si já carrega essa característica de visão global. No seu sentido original, em grego, significa “a arte do general”, que é responsável por orquestrar toda a gama de soldados e de unidades de um exército em batalha.


Assim sendo, por envolver todo o negócio, o planejamento é capaz de deixá-lo unido, alinhado e apontando para a direção certa, maximizando o seu desempenho. Por outro lado, esse fato também faz com que existam muitos fatores que podem levar o planejamento ao fracasso e dificultar sua implementação. Afinal de contas, não existe um único setor da empresa cujos problemas não sejam capazes de afetar o nível estratégico se forem muito graves.


Nem por isso, entretanto, ter um planejamento torna-se menos vantajoso e importante. O que acaba sendo necessário, isso sim, é adotar certas medidas que facilitam muito a sua aplicação. Vejamos algumas delas:


1. Ter controle e indicadores

Tenha sempre em mente a seguinte frase: é impossível administrar o que não se mede. Controlar o negócio significa acompanhar como ele está indo e promover os ajustes necessários para mantê-lo no caminho. Fazer isso, porém, é completamente impraticável na ausência de números que comuniquem o desempenho atual da empresa. Esses números são chamados de indicadores. Eles devem existir tanto para os aspectos mais gerais quanto para os mais específicos.


Assim, se estiver com dificuldades para fazer seu planejamento dar certo, pergunte-se: estou fazendo medidas dos aspectos importantes do negócio? Tenho números que me dizem o estado atual dos planos de ação que coloquei em meu planejamento? Quando nós da Júnior FEA-RP fazemos um planejamento estratégico para um cliente, por exemplo, sempre mostramos a ele quais indicadores acompanhar. Afinal, sabemos que os indicadores ajudam muito a implementar e manter o planejamento.


2. Ser flexível


Este é um ponto dos mais esquecidos quando se fala em planejamento: seja flexível. Vivemos em um mundo que muda muito e que lança inovações muito rápido. Não é só provável que você vá precisar atualizar seu planejamento com frequência, é absolutamente certo. Acostume-se: vários pontos do seu planejamento já estarão precisando ser revistos no momento que você fixou para implementá-los.


Ter estratégia não é escrever um documento, colocá-lo na parede e seguir o que ele diz linha por linha mesmo que o mundo já não seja mais o mesmo de quando você o fez. É analisar a situação atual, pensar quais ações devem ser tomadas para alcançar o máximo resultado e adaptar o que for necessário todos os dias. Os indicadores de que falamos anteriormente serão cruciais nesse processo.



3. Buscar o comprometimento de todos


Já dissemos que o planejamento envolve o negócio como um todo, certo? E se envolve o negócio como um todo, também envolve todos os seus colaboradores.

Logo, se eles não seguirem o que você planejou, tudo vai dar errado. Sendo isso verdade, você se deu ao trabalho alguma vez de comunicar seu planejamento aos seus funcionários e de buscar o comprometimento deles com ele?


É provável que seu planejamento fracasse se quem trabalha com você não souber dele, não o entender ou não o tiver aceitado. Saiba disto muito bem: você precisa que a sua equipe esteja comprometida com os objetivos estratégicos da empresa. Se ela não compartilhar da sua visão de longo prazo, ela não trabalhará a favor dela. Por isso, converse com todos, explique os motivos de cada plano, conquiste as pessoas, ouça as ideias que elas tiverem. Entenda que elas podem jogar a seu favor e ajudá-lo a chegar mais cedo no resultado que quer.


Colocar um planejamento em prática realmente é difícil, mas é possível suavizar bastante esse processo com as atitudes certas. É importante ter bons indicadores, ser flexível e buscar o comprometimento de quem trabalha com você. Acima de tudo, não desista do seu planejamento. Com o passar do tempo, você verá que ele possibilita um alinhamento e um foco que não seriam possíveis sem ele. Se você ainda não tem um bom planejamento estratégico, entre em contato conosco! Podemos e queremos ajudá-lo a montar um especificamente para o seu negócio.


Autor

Vinícius Gregório Beruski

Consultor na Júnior FEA RP






Fale conosco
Tel: (11) 9 8954-5053 (11) 9 8219-1155

Rua das Paineiras, anexo da casa 9, Cidade Universitária - Campus da USP Ribeirão Preto,SP.

  • Black Facebook Icon

© 2018 por Caixa Criativa Soluções Digitais